menu

CME: Considerações Clínicas na Sequenciação do Tratamento do CCRM

Be part of the knowledge.
Register

We’re glad to see you’re enjoying ReachMD…
but how about a more personalized experience?

Register for free

Considerações Clínicas na Sequenciação do Tratamento do CCRM

Considerações Clínicas na Sequenciação do Tratamento do CCRM
RestartResume
Ao selecionarmos combinações quimioterapêuticas e biológicas no tratamento de pacientes com CCRM, o que é que temos de ponderar?

Available credits: 0.25

Time to complete: 15 Minutes

Released:

Valid until:

Take Post-Test

If you’ve already completed the activity.

  • Overview

    Frequentemente, a seleção da terapia ideal para pacientes com CCRM, na sequência de insucesso da primeira linha de tratamento, pode ficar mais bem esclarecida através da identificação dos oncogenes atuais específicos do cancro de cada indivíduo. Tal abordagem poderá permitir uma seleção mais matizada das combinações quimioterapêuticas (QT) e biológicas, na segunda linha e em todas as linhas de tratamento subsequentes, incluindo no que se refere à orientação quanto a prosseguir com determinada QT ou com a utilização de certo agente biológico, ou proceder à sua troca.

    Então, como é que podemos implementar esta abordagem na nossa atividade clínica? Ao Dr. Alfredo Falcone, juntam-se o Dr. Sebastian Stintzing e a Dra. Tianshu Liu, para partilharem informações.

  • Divulgações de Conflitos de Interesse

    Alfredo Falcone, Doutorado em Medicina (Prática)
    Professor de Oncologia Médica
    Chefe da Divisão de Oncologia
    da Universidade de Pisa
    Pisa, Itália

    O Dr. Falcone divulgou que recebe honorários por serviços de consultoria prestados à Amgen, Bayer, Bristol Myers Squibb, Eli Lilly and Company, Merck, Roche e Servier, e que realiza trabalhos de pesquisa, por contrato, para a Amgen, Bayer, Merck, Roche e Servier.

    Tianshu Liu, Doutorada em Medicina (Prática)
    Diretora do Depart. de Oncologia Médica
    do Hospital Shanghai Zhong Shan
    Universidade Fudan
    Xangai, China

    A Dra. Liu não tem nada a divulgar.

    Sebastian Stintzing, Doutorado em Medicina (Prática)
    Chefe de Departamento
    Departamento de Medicina, Divisão de Oncologia e Hematologia
    Charité Universitätsmedizin Berlin
    Berlim, Alemanha

    O Prof. Dr. Stintzing divulgou que recebe honorários pela prestação de serviços de consultoria e que é membro da assembleia de oradores da Amgen, Bayer, Eli Lilly and Company, Merck, Roche, Samsung, Sanofi, Siries, Taiho e Takeda.

    Revisores/Planeadores de Conteúdo/Autores: 

    • Sean Barrett não tem nada a divulgar.
    • Rob Braun não tem nada a divulgar.
    • Ann Early não tem nada a divulgar.
    • Barry Fiedel, Doutorado em Medicina (Investigação) não tem nada a divulgar.
  • Objetivos de Aprendizagem

    Após participarem nesta atividade educativa, os participantes deverão estar mais aptos para

    1. Formular estratégias de tratamento com base nas caraterísticas do tumor de determinado paciente, incluindo o papel da repetição de testes genéticos, iteração terapêutica e terapia combinada, com vista a melhorar os resultados e a taxa de sobrevivência.
    2. Avaliar abordagens para determinar a valia dos mecanismos de resistência ao tratamento, bem como o papel da monitorização da resistência, no auxílio à otimização da tomada de decisões clínicas.
  • Público-Alvo

    Esta atividade foi concebida para satisfazer as necessidades educativas de Oncologistas, Enfermeiros de Oncologia e Patologistas.

  • Declarações de Acreditação e Designação de Créditos

    The Omnia-Prova Education Collaborative, Inc. é acreditada pela Accreditation Council for Continuing Medical Education (ACCME) para fornecer educação médica continuada a médicos.

    The Omnia-Prova Education Collaborative, Inc. designa este material permanente para um máximo de 0,25 Crédito(s) AMA PRA Categoria 1™. Os médicos devem reclamar somente o crédito comensurado com a extensão da sua participação na atividade.

    A American Medical Association tem um acordo de reconhecimento mútuo de créditos da Continuing Medical Education (CME) com a União Europeia de Médicos Especialistas (UEMS), o organismo de acreditação para os países Europeus. Os médicos interessados em converter os créditos AMA PRA Categoria 1TM em créditos da UEMS-Conselho Europeu de Acreditação para a Educação Médica Contínua (EACCME) devem consultar a UEMS em mutualrecognition@uems.eu.

  • Fornecedor

    A TOPEC Global projeta atividades educacionais baseadas em medicina baseada em evidências, análises de necessidades e lacunas (can also say the word brechas here, but either one is fine), feedback do aluno e muito mais. Sua missão é servir como um recurso inovador e relevante para conteúdo clínico e intervenções educacionais em um espectro amplo de especialidades.

  • Apoio Comercial

    Esta atividade é apoiada por uma bolsa educacional independente da Merck KGaA, Darmstadt, Alemanha.

  • Declaração

    Os pontos de vista e as opiniões expressas nesta atividade educacional são as da faculdade e não representam necessariamente os pontos de vida da TOPEC e da AGILE. Esta apresentação não tem a intenção de definir uma linha exclusiva de gestão de doentes; o participante deve usar o seu discernimento clínico, conhecimento, experiência e capacidade de diagnóstico na aplicação ou adoção de quaisquer informações fornecidas aqui na sua prática profissional. Quaisquer procedimentos, medicações ou outras linhas de diagnóstico ou tratamento discutidas ou sugeridas nesta atividade não devem ser utilizadas por médicos sem avaliação a condição do seu doente e possíveis contraindicações ou perigos na utilização, revisão de qualquer informação aplicável de um produto do fabricante e comparação com as recomendações de outras autoridades. As hiperligações para outros sites podem ser fornecidas como fontes adicionais de informação. Uma vez que escolha conetar-se a outro site fora da TOPEC Global, está sujeito aos termos e condições de utilização, incluindo direitos de autor e restrição de licenciamento, desse site.

    Reprodução Proibida
    A reprodução deste material não é permitida sem permissão por escrito do proprietário dos direitos de autor.

    Declaração: Alguns dos produtos discutidos nesta atividade não receberam aprovação regulatória da US FDA para o tratamento de doentes com cancro colorretal. A FDA declarou que “uma boa prática médica e os melhores interesses do doente requerem que os médicos utilizem medicamentos, biológicos e aparelhos legalmente disponíveis de acordo com o seu melhor conhecimento e discernimento”.

Facebook Comments

You must be in to display playlists.

Get a Dose of ReachMD in Your Inbox
and Practice Smarter Medicine

Stay current with the best in medical education.